Internações

Me lembro de uma grande porta branca se fechando atrás de mim.Uma equipe de enfermagem ,segurando meu braço tentando me fazer acalmar… Porque eu estava alí,eu não era louca,o que foi que aconteceu, está havendo um engano. Onde está minha filha,ela não pode me deixar aqui,o que foi que eu fiz?

O enfermeiro veio com uma injeção,de algum remédio ,disse que era para me acalmar,eu não estava nervosa ,apenas confusa ,eu não queria o remédio ,eu não era louca ,mas eles não me ouviam

Foram tirando minha roupa ( enfermeira) colocando as do hospital ,que eram roupas de doação. Também não podia ficar com os sapatos,cortaram minhas unhas ,eu precisava delas para me abrir a pele,mas eles não me ouviam.

Tudo foi ficando longe , confuso ,eu via muitos pacientes sentados outros indo e vindo na mesma direção. Minha mente depois de quase 30 dias , finalmente apagou.

Algumas horas depois ,não muitas,abri os olhos,as paredes eram frias ,as janelas gradeadas ,as portas trancadas por ala. Olhava nos olhos dos pacientes e via o mesmo vazio que tinha nos meus. Olhares vazios ,sem vida,por um momento pensei que estávamos todos mortos.

Eles foram se aproximando e dizendo que estava tudo bem ,que eles eram amigos. Não gosto da frase – está tudo bem- A enfermagem veio e perguntou :Está com fome ,dona Glaucì?

Eu não estava com fome ,eu não estava com nada.

Todas as manhãs ,o psiquiatra vinha ,se sentava ao meu lado e conversava ,a voz dele parecia tão longe,mas me lembro do olhar… Tinha um carinho ali,uma compreensão,uma paciência.Eu não ouvia sua voz,ou não entendia,mas confiava no seu olhar.

Me fez perguntas,mas não me obrigou a responder,eu estava tão cansada,mas acho que ele pôde ouvir minhas lágrimas,que escorriam silenciosamente.

– Descansa! Foi o que ele disse antes de se retirar.

E eu fiquei o dia todo ,na mesma posição ,deitada naquela cama fria… Porque minha filha me deixou aqui?

As 7:00 da manhã ,uma senhora,que chamávamos de “tia” levantava a todos para o banho. Fazia muito tempo que eu não fazia minha higiene pessoal,e ficar de pé ,me deixava cansada,não tinha força física para tirar a roupa ,e essa senhora me ajudava. Fez isso por dias ,sempre com um sorriso no rosto.

Os sintomas de insônia , irritação e ansiedade ,não me deixavam parar quieta,eu tinha que andar de um lado para outro num imenso corredor… Precisava me cortar ,mas não tinha unha ,então eu encontrei um prego solto num dos guardas roupas. Nossa foi um alívio, até os enfermeiros descobrirem… Fiquei uns dias contida na cama,pois batia minha cabeça na parede. Eu sentia uma pressão tão grande dentro da cabeça ,que eu precisava daquilo ,para aliviar.

Os remédios ,demoram muito para começar a fazer efeito ( cerca de 15 dias) neste intervalo , só dor, agitação e confusão.

Quando fui me estabilizando ,fui começando a conhecer os outros pacientes… Tinha pessoas esquecidas lá,receberam alta a muitos anos ,mas por algum motivo , ninguém veio buscar.

Fiquei com muito medo de ser mais uma no “jardim dos esquecidos”.

Três vezes por semana ,tinha visitas ,meus filhos e amigos ,nunca deixaram de me visitar,nem um dia. Tenho bons amigos!

Outros pacientes nunca receberam nenhuma visita,por isso é necessário as doações,como ficam felizes ao receberem qualquer atenção,mesmo que em forma de roupa usada.

Pode ser estranho falar ,mas com o passar dos meses ,me senti em casa,tinha medo de voltar ao mundo real.

Pedi ao médico que não me desse alta,não gostava dos olhares das pessoas do mundo externo ,nem das palavras de incentivo,tinha medo das dores!

Meu médico foi fazendo o “desmame” do hospital aos poucos… Primeiro algumas horas em casa,depois um dia,depois um final de semana. Até que eu disse que estava pronta para voltar.

E voltei, para casa ,voltei para outra internação e mais outra e mais outra … até o mês de janeiro deste ano( 2018).

Anúncios

Autor: Todadepressaoserabemvestida

Apenas alguém tentando ajudar....

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s